Obsessores Extra-dimensionais

Nos meus últimos trabalhos o assunto dos obsessores voltou a estar presente.

Mas antes de falar sobre isso quero fazer uma distinção:

Há momentos na Vida em que apesar dos nossos melhores esforços e intenções as coisas param de acontecer, e isso se deve ao fato de não estarmos orientados ao que nossa Alma realmente quer.

Nesses casos, uma reorientação é suficiente para tudo voltar a fluir.

Porém, noutros momentos, as coisas não acontecem porque uma interferência externa está presente. Aqui entram os obsessores. Eles “nublam” nossa energia, e como ela fica distorcida, também nossos resultados e até a maneira como os outros lidam conosco.

(Você já reparou que em certos dias as pessoas ficam muito diferentes com você sem motivo? Se sim, desconfie.)

Os obsessores em geral estão:

  • Em nós mesmos (energia psíquica de auto-sabotagem);
  • No próprio plano físico (bem encarnados “vivos” nos bombardeando de energia emocional ou mental);
  • No plano astral (desencarnados e neste mundo ou não).

Porém eu topei com uma nova “classe” para mim: são aqueles que estão em outra dimensão.

Esses são piores porque como estão acima do tempo e do espaço comuns, conseguem manipular as coisas com mais facilidade de modo a nos prejudicar.

O que um desencarnado não consegue normalmente devido aos limites da nossa realidade, essas entidades conseguem.

Pense num(a) ex problemátix e o quanto pode fazer stalkeando e criando situações desagradáveis. Agora pense nessa pessoa só que desencarnada, capaz de vigiar você e interferir no Astral. Por fim, pense nessa pessoa conseguindo manipular vários aspectos da sua Vida contra você ao mesmo tempo.

Esse é o tamanho do problema.

Mas se há obsessores nessa “faixa” deve haver também protetores, certo?

Sim há, só que a ação deles sobre certos acontecimentos nem sempre é possível quando há necessidade de os vivenciarmos.

Porque apesar de ser uma experiência muito ruim, e eu já falei sobre isso no meu site antes em outros textos (lista abaixo), sempre há um sentido e um limite para qualquer obsessão.

Se geramos uma situação onde um obsessor cruza nosso caminho, seja ele de Vidas Passadas ou não, é porque há algo a ser aprendido ou desenvolvido em nós para que a porta de acesso se feche a ele.

Pode levar Vidas, realmente, a fim de que a libertação aconteça. Porém, já atentos à realidade espiritual nós conseguimos perceber e agir no aqui e agora.

Toda Paz e Luz sempre!


Leia também:

E você, o que está pensando?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s