Vela para Comunicação com o Astral Superior

Love-you-candle-light

Hoje vou apresentar aqui um exercício simples e direto de comunicação com o Astral Superior.

Antes de apresentá-lo, porém, gostaria de fazer algumas breves observações. A primeira delas é que muitas religiões e doutrinas por aí no que diz respeito à comunicação com o “além”, procuram incutir no adepto um medo de tentar qualquer coisa que seja fora do local frequentado. Ora ninguém tem lugar e hora reservados só pra ver, pra sentir, pra cheirar, pra ouvir, pra sentir gosto… Se as experiências sensoriais nos acompanham da infância e a todo momento, por que esse grande medo no que diz respeito ao nosso sexto sentido que é essa sensibilidade, ou como queiram chamar (mediunidade, paranormalidade, etc.)? Muito mais e melhor fariam esse pessoal em educar as pessoas no uso e na apreciação de uma faculdade que é natural, a faculdade de sentir e se comunicar com o Astral e que em alguns vai ser maior ou menor, mas em todo mundo, seja ateu ou crente, vai estar lá.

Vamos sempre lembrar de uma coisa para tudo nessa vida: MEDO NUNCA, CUIDADO SEMPRE.

O medo é uma emoção totalmente ruim, muito presa à crença mental no negativo. Já o cuidado é uma atitude interior de estar precavido e atento, ter bom senso. O medo frequentemente vai te paralisar, afastar das coisas que mais quer, e até atrair o que mais teme. Já o cuidado vai te ajudar a chegar onde quer sem grandes danos. Você prefere ter medo de uma pessoa, ou ser cuidadoso em relação a ela? Qual dessas posições te dá mais poder? Sobre se comunicar com o Astral funciona da mesma forma. Ter medo o enfraquecerá e aí sim porta aberta pra tudo de mais maluco que possa acontecer.

O Exercício da Vela, como eu o chamei, é nada mais é do que um momento em que você vai se sentar com o Espiritual e realizar uma comunicação com ele diante de algo que você esteja precisando, uma resposta, um fato, ou de uma situação que esteja passando seja ela qual for. Você vai precisar espiritualmente de duas coisas básicas: intenção, e aquela figura que você tem mais fé. Materialmente de outras duas: 01 vela, 01 canto na sua casa.

Intenção: é a base de todo rito e procedimento espiritual. Não é tão simples quanto parece. Durante todo o tempo que você estiver realizando este exercício ou qualquer outra coisa, precisa ter a intenção no que está fazendo. “Eu estou aqui, agora, para me comunicar com o astral”. Assim, firme. Ter no coração essa vontade e essa firmeza. Se você faz sem intenção tudo se perde, é a mesma coisa que não fazer nada. (Vai lá tomar um passe com uma pessoa que não está com a intenção firme e venha me dizer se não é a mesma coisa que nada).

Figura que você tem mais fé: se vocês trabalhassem com o Astral como eu, lidando com gente de tantas crenças diferentes, ficariam muito surpresos ao constatar que quando você pergunta “qual é a figura que você costuma recorrer quando tem problemas, quando precisa de uma ajuda espiritual?”, e a resposta por vezes evoca algo que nada tem a ver com a prática religiosa ou espiritual “oficial” da pessoa. Não importa quem ou o que é: se for o próprio Deus, se forem deuses ou deusas, se é um orixá, um santo, um mestre ascencionado, um dragão, uma fada, a mãe natureza, a água, o arcanjo Miguel, uma entidade, etc. Aqui não há preconceitos e o motivo é simples. Precisamos usar aquilo que seja espiritual e mais te sensibilize, e se te sensibiliza é porque te coloca em sintonia com o Astral Superior, isso “facilita” a coisa toda. Por favor, nada de pensar “eu deveria” ou “eu não deveria”. Cada um dentro de si procure essa figura.

Vela: você pode utilizar a vela de sua preferência. Dependendo da figura que você tenha fé pode ser que exista alguma cor ou formato que se associe a ela. Se você encontrar e quiser usar uma vela colorida, ou com aroma, bárbaro, parabéns. Mas se quiser usar uma vela coringona branca, ótimo. Vai dar no mesmo. O importante como no item anterior é você sentir qual vai ser a mais adequada, aquela que te chama a atenção do sentimento. Se você pensar e sentir ao mesmo tempo “é essa aqui”, fechou.

Canto na sua casa: todo e qualquer espiritualista deve se possível ter em sua casa um cantinho dedicado às suas meditações, orações, objetos, etc. Ali é um tipo de “altar” pessoal, o ponto de força que você vai sempre se voltar quando precisar fazer sua chamada pro Astral Superior, seja pra agradecer, ou pedir, ou só reverenciar numa passada casual. De novo, sem intenção as coisas não têm força. Se você vai fazer um altarzinho, faça e ponha todos os elementos com intenção de estar fazendo um espacinho sagrado. Se não é só um lugar qualquer.

Feitas as considerações, vamos lá!

Exercício

  1. Vá para seu cantinho de conexão com a Luz Divina e reserve um tempo de preferência sozinho para começar o exercício, um horário calmo e sem muito barulho ao redor;
  2. Faça uma breve abertura de acordo com sua crença pedindo a presença e a proteção da Luz;
  3. Abençoe, consagre, a vela que será utilizada colocando a intenção que ela funcione como meio de ajudá-lo a entrar em contato com sua figura de fé;
  4. Acenda esta vela cuidadosamente e a posicione (sim, certifique-se de que ela não irá ocasionar um incêndio durante ou depois);
  5. Evoque sua figura de fé com a intenção de sentir sua presença, de ela estar ali com você naquele momento em comunhão através da presença da chama acesa;
  6. Realizada a evocação, espere um pouco, veja como irá se sentir;
  7. Conversa de coração aberto, em voz alta, como se estivesse realmente contando a uma outra pessoa, explicando seus sentimentos, os aspectos envolvidos, suas expectativas ou frustrações, o que imagina que seria interessante, e fazendo seu pedido, de maneira aberta;
  8. Encerre com um agradecimento dentro da sua crença e deixe a vela queimar.

Simples, não?

Quando falo de maneira aberta, quero salientar que o Astral possa enviar até você a resposta ou sinal que você precisa e não necessariamente o que você quer. Se você quer a verdade, esteja pronto pra verdade. Às vezes não é agradável que você deseja muito algo, pede, e na semana seguinte descobre que é você mesmo que esteve todo o tempo pisando na bola e precisa mudar algo. Esteja pronto. Isso é maturidade espiritual e ter boa vontade. Os espíritos AMAM boa vontade.

Na minha experiência pessoal a resposta quase nunca é instantânea. Ela virá ao longo da semana em sonho, ou numa mensagem, ou através de outra pessoa, ou por um acontecimento, uma reflexão súbita. Você saberá na hora porque vai lembrar do momento em que esteve conversando com sua figura de fé utilizando a vela. A partir daí faça uso da sua inteligência, se for orientação mãos à obra, se for espera espere, e se receber algo diretamente não esqueça de agradecer. O Universo AMAM gente agradecida (assim como você também detesta gente ingrata que eu sei, fica com nojo, nem dá mais nada pra pessoa, e ama e dá mais pra quem dá valor ao que recebe).

Por fim, esse jeito de conversar de maneira mais casual sem fazer uma poesia verbal ou uma oratória daquelas, é justamente pelo que eu estava falando antes: a intenção. Quanto mais natural você for e estiver despreocupado de fazer uma floreio, vai entrar mais em contato com seus sentimentos, vai poder colocar e conhecer melhor o que se passa com você, vai ter mais força na intenção de se comunicar do que na intenção de parecer bonitão ou bonitona intelectual espiritual. Ser verdadeiro é essencial, uma fala simples do seu jeito. Desabafar como se desabafa com um amigo, pois é isso que as forças do bem são.

É o que temos para hoje, espero que ajude, inspire e estimule alguém, e qualquer comentário ou relato de como foi sua experiência, não deixe de vir aqui comentar com os colegas.

Um abraço com todo desejo de Paz e Luz!

E você, o que está pensando?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s