2011: Perdoe

Os hiatos têm se tornado frequentes neste espaço, contudo, as atualizações continuarão chegando à medida em que me forem soprados ao coração conteúdos importantes a todos nós.

Temos atravessado, certamente, uma época de grandes mudanças no que se refere à Terra e à humanidade. Em 2010, este ano que passou, todos tiveram acontecimentos interessantes e certamente encontros difíceis com suas maiores dificuldades – o ponto onde o calcanhar de Aquiles individual foi pressionado até o limite. Eu acredito que muitos não tiveram outra escolha senão a de passar por estas provas dolorosas, em nome de um maior conhecimento de si mesmos; porém, outros também passaram por esta oportunidade e nada fizeram ou mudaram.

Pode soar estranho ao leitor chamar a estes acontecimentos de “oportunidade”, porém, foi exatamente isto o que aconteceu. Após esta vivência, a harmonia voltou à vida das pessoas que estiveram fortemente privadas de um alívio ou tábua de salvação senão a si mesmos. Num momento onde os seres humanos se encontram perigosamente diante de tantas transformações, nada mais oportuno do que reconhecer os limites de si mesmo e encontrar em meio à sombra a certeza de sua luz interior – guarde este termo.

O novo ano começou com uma grande movimentação nas águas. O que era previsto num tempo de grande seca e estiagem não se confirmou, e ao invés disso assistimos a chuvas torrenciais que trouxeram novas tragédias aos Estados brasileiros; no mundo, e mais recentemente, observamos o grande terremoto que sacudiu o Japão e fez com que as águas do Oceano Pacífico invadissem cidades levando automóveis como se fossem brinquedos de plástico. Como sempre costumo frisar com o leitor deste blog, sinais muito sutis acompanharam esta nova onda energética.

Primeiramente lembramos que na passagem de 2010 para 2011 e a chegada de janeiro, notícias menores sobre o sumiço de abelhas, a morte súbita de pássaros caindo do céu aos montes e de peixes (inclusive no Brasil), foram veiculadas. Novamente, desta vez nos EUA, também fomos noticiados – aqueles que acompanham os sites alternativos da internet – sobre uma imagem de Maria e Jesus que vertiam lágrimas em um Estado americano. Fora isso, tremores de Terra menores varreram o globo. Seria possível saber com exatidão o que viria? Creio que não.

Além da grande movimentação de águas que deve permanecer atuando sobre o nosso mundo ainda por um bom tempo, uma forte energia também se faz presente. Isso tem feito com que acidentes e desencarnes súbitos se multipliquem, são de fato desencarnes acidentais. Notícias de erros absurdos referente à medicina novamente retornaram, porém envolvendo procedimentos que afetam o corpo dos pacientes, deixando-os com marcas ou alterações permanentes indesejáveis.

Àqueles que podem estar se perguntando, 2011 surge como uma fase nova. Infelizmente, é aqui que pontuo algo: as escolhas foram realizadas. O que vemos a partir desse portal de água e transformações no qual estamos, é que muitas pessoas ao longo destes anos não conseguiram ancorar um outro tipo de luz. Isso não as torna seres humanos piores, mas seres humanos pouco afinados à energia de transformação, que não apenas está movimentando o interior planetário, mas o nosso próprio interior.

Por conta disso, melancolia, tristeza, saudade, nostalgia, lembranças, memórias, experiências espirituais, inclusive experiências de avistamentos de coisas estranhas no céu ou em casa, deverão estar acontecendo nestas semana e aumentando de intensidade. Elas são um reflexo do sentimento daqueles que estão à frente destes acontecimentos.

É como se a Terra e a humanidade tivesse realmente atravessado para algo novo, um novo tipo de situação. Inclusive, pode-se dizer, que há uma força espiritual e protetora muito presente sobre nós e que também se aproxima à medida em que acontecimentos nefastos também se projetarão. Talvez os piores sobre vir, volto a dizer embora tenham sofrido atrasos, é a mudança que a política no Oriente Médio irá gerar sobre o quadro político  mundial. Uma trama muito bem orquestrada que aos inocentes parece surpresa, mas cujos interesses jazem obscuros na mão de grandes poderosos.

Insituições religiosas já começam a reconhecer algumas coisas, como por exemplo a possibilidade de vida em outros planetas. Este fato tem sido amplamente trabalhado em filmes, seriados, e pesquisas científicas que aos poucos sugerem sim a forte possibilidade de que isto seja real. Para alguns, nada que possa ser muito surpreendente, contudo, uma aparição massiva e mesmo o contato com outros seres poderia repercutir de maneira pouco previsível nas mentes ingênuas e pouco flexíveis de muitos humanos.

Chegamos finalmente ao tempo em que muitos de nossos antepassados vivera: uma época de certeza das transformações e acontecimentos do porvir, e de preparação. Isso tudo certamente afetará principalmente as pessoas mais sensíveis, como também costumo dizer aqui no blog. Por outro lado, sutis alterações, como por exemplo nos meios eletrônicos e elétricos serão também mais frequentes à medida em que as alterações magnéticas se projetam sobre a Terra e também afetando os animais.

Espera-se não só o grande apagão capaz de colocar a Terra na escuridão total por dias indeterminados pela falha dos sistemas elétricos, digitais, mas também o apagão na alma.

Como eu mencionei, no ano anterior, muitos de nós fomos preparados e treinados na dura martelada que cria objetos belíssimos. Enquanto muitos serão pegos no desespero e no “ranger de dentes”, os seres corajosos que aceitaram as tribulações e saíram fortalecidos têm em si agora um outro tipo de luz. Ainda que algumas inseguranças sobrevivam, nos piores momentos, serão estas pessoas que serão inspiradas a projetar de si sua luz para ajudar aqueles que puderem ser ajudados nos últimos momentos. Serão os faroleiros de almas, e certamente você que aqui chega deve ser um deles e em seu interior sabe disso, e possivelmente tem se sentido perdido às vezes por toda uma vida, sem saber para que estava aqui.

Um quebra-cabeça bizarro é orquestrado por meio das alterações climáticas, dos jogos duplo na política externa, no grande crash da economia que ainda virá, das informações não-divulgadas sobre a situação do nosso sistema solar, entre outros. Um jogo que a princípio visa beneficiar a poucos, numa vibração densa e má. Porém, como eu disse, energias bondosas e silenciosas se movem no Universo em direção à Terra e estarão no momento certo ao lado daqueles que mantiverem seus corações aquecidos no amor, na fé e nas orações.

Agora, voltando à situação japonesa, vamos realizar uma rápida reflexão. O mundo reconhece o Japão como um dos países de ponta em termos de tecnologia, assim como também pelo comedimento na demonstração de emoções em público – um grande auto-controle. Uma vez que o país é comumente assolado por terremotos, ele dispõe de monitoramentos avançados e sistemas de alerta. Com tudo isto, infelizmente não se pôde impedir todo o estrago e o número de vítimas fatais.

O povo japonês, capaz de rápida organização e disciplina, bem como controle emocional, tem lutado para superar esta crise. Imagine então, como seria em outras Nações e países sem tradição no monitoramento e alarme efetivo de catástrofes, e sem uma tendência de personalidade ao controle? Muitos japoneses procuraram manter a serenidade, mesmo diante da dor, mas em outros lugares do mundo poderíamos ver uma grande e outra catástrofe popular, com danos emocionais e físicos acentuados.

Num futuro, diante do colapso financeiro e das mudanças no planeta, com a alta atividade do sol capaz de fazer acontecer o chamado “apagão” geral, o que sucederia com um mundo mudo de um segundo para outros? Esperamos nestes dias que os mais cautelosos consigam fazer seu caminho em meio ao caos de grandes cidades com seus saques, violências e turbas descontroladas por “N” prováveis motivos. Neste sentido a vida no interior em alguns anos, nas pequenas comunidades, pode se tornar desejável em termos de acolhimento, segurança e recursos naturais.

Por último, o que meu coração deseja compartilhar: muitos devem se perguntar afinal o que podem fazer?

Sem qualquer dúvida o mais importante neste momento é atentar para as mudanças que o seu coração deseja. Deixe-se aquietar e consulte a si mesmo: quais eram os antigos planos que sua alma sempre desejou, as coisas boas e que seu espírito tinha por sonho, e que provavelmente foram postos de lados nestes últimos anos? É tempo de resgatar seus sonhos e de usar seu coração como bússola para chegar a essa trilha.

A sua alma pelo seu coração te colocará num tipo de ponte de cordas segura, em meio a essa escuridão e ao turbilhão. O sinal para que você perceba que está no caminho certo é a satisfação. Sim, em meio a tudo isso, ainda assim há uma extrema felicidade e êxtase ao cumprir os desígnios evolutivos do seu ser. É justamente a saída desse modo de viver baseado na dor e na euforia, e em todas as polaridades, que constitui a transcendência que o indivíduo experimentará.

Por conta de tudo isso utilize como chaves de cura o perdão e a compaixão, e procura experimentar a força que estas virtudes podem provocar em sua vida. Não procure apenas perdoar e ser compassivo, mas realize o exercício de meditar e evocar estas virtudes divinas, e observe como estas energias tem tudo a ver com a Nova Terra, com o novo modo de existir do futuro. Evoque estes campos protetores em si, experimente-os em sua própria alma.

Permaneçam atentos, em Fé, e caso tenha dúvidas escreva e compartilhe aqui. Obrigado pela atenção, que Deus ilumine nossos corações e fortaleça nossa esperança! Assim seja.

4 comentários Adicione o seu

  1. Jovana disse:

    Olá!
    Quero agradecer pelo o que escreve. Me faz refletir muito!
    Obrigada

    1. Rafael disse:

      Eu é que agradeço teu comentário. Espero que tenha sido uma reflexão frutífera. Um grande abraço!

  2. Rita de Cassia disse:

    Sempre dou uma passadinha por aqui para “ver” se postou algo, ontem … surpresa boa, assunto mais que bem vindo para aquecer um pouco meu espírito inquieto.
    bj

  3. Larissa disse:

    Passo por um momento de muitas dúvidas e inquietação, mas Deus sempre ilumina meu caminho e me coloca artigos como este para acalmar meus pensamentos e minha alma… Mais uma vez caí em um lugar onde leio sobre coisas que “tinha que ler”… Ponto Zero já está adicionado aos “Meus Favoritos”
    Que Deus continue te iluminando…

E você, o que está pensando?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s