O enigma do espaço

Este post é a continuação de “O Enigma das Cores” compartilhado há alguns dias neste mesmo blog. Sugere-se a leitura do primeiro antes de continuar.

Cometa

Como visto na colaboração recente, o Espiritismo falou acerca de outros planetas e a vida neles, sem com isso fazer uma abordagem sensacionalista. Kardec, porém, não organizou nenhum material mais específico sobre a vida aqui ou ali – falando sobre cultura, história e outros aspectos de outras civilizações.

Interessante ressaltar que aqui mesmo na Terra, grandes civilizações já houveram sem que deixassem algum rastro conhecido – pelo menos por enquanto – por nós. Um exemplo disto, talvez o mais recente de um grande povo, é Atlântida. Este continente foi registrado pelos gregos e egípcios, mas a história convencional não atesta que de fato ele tenha existido.

Muitas pessoas esperam que se existe vida em outros locais do universo, ela será mais ou menos parecida com a da Terra. Os cientistas, por exemplo, geralmente dão probabilidade da existência de vida apenas quando encontram condições que possam ser “favoráveis”. Mas o favorável deles, não necessariamente é o favorável de outras espécies, outras realidades.

Como o universo é feito de vibrações, existem faixas que nossa percepção não alcança. Os olhos humanos, por exemplo, não vêem as faixas de infra-vermelho e o ultra-violeta. Assim como seres de outros mundos vivem adaptados a outras realidades físicas, também esta vida pode se dar em freqüências que simplesmente não captamos objetivamente.

É por esse motivo, também, que via de regra através dos 5 sentidos o homem não consegue enxergar os espíritos, a não ser que sua sensilidade lhe dê condições para tal. Habitantes de outros planetas podem viver nesta mesma faixa vibratória na qual o plano espiritual existe, assim como em outras desconhecidas e inimagináveis por nós.

Dois pontos:

Primeiro, o ser humano encarnado tem uma limitação dada esta faixa restrita de percepção; não consegue, por exemplo, compreender o infinito. A idéia do infinito para o homem da Terra é apenas uma abstração que ele não é capaz de entender. Portanto, assim como existem idéias que nossa mente é limitada para captar, existem também outras dimensões de vida que ainda não conseguimos, por algum motivo, igualmente captar.

Segundo, raças mais adiantadas tecnologicamente do que a nossa, podem ocultar-se de nossa pobre tecnologia. Gostamos de acreditar que não, mas no que diz respeito a monitoramento do espaço, nossa tecnologia é muito atrasada, um verdadeiro elefante branco.

O planeta azul

Os seres de outros planetas, nada mais são do que seres da grande família universal humana, que cumprem seus estágios de desenvolvimento em outras esferas que lhes possibilitem melhores condições evolutivas. Em essência somos todos almas em busca da mesma coisa, passando por diversas estações de um grande trajeto… Os que vivem em outros mundos são tão humanos em sua essência quanto nós, mas com suas peculiaridades definidas pelo planeta que habitam.

Alguns encarnam, desencarnam, outros já vivem apenas em matéria mais espiritual, como o perispírito, sem necessidade do físico. Outros são ainda mais brutos do que a nossa experiência física… Mas há sempre o espírito, a alma. E um grau de evolução.

Assim como já foi mencionado, dispomos do melhor corpo para nossa realidade atual. Ou seja, encarnamos no corpo que nos dá melhores condições de experiências para nosso aprimoramente. Nosso corpo físico está cheio de possibilidades relativas àquilo que precisamos.

Da mesma maneira viemos na família e nas condições de vida mais favoráveis à nossa missão pessoal. Indo além, estamos na casa, na cidade, no Estado, no País, no continente e finalmente no mundo que mais se afinizam com nossas necessidades. Clicando aqui você pode ler um post mais antigo sobre o Planeta Terra.

Cabe lembrar que, por mais que às vezes fiquemos aborrecidos com as dificuldades e limitações, tendo uma consciência espiritual, pode-se perceber que sem elas, dificilmente seguiríamos adiante. Se a vida fosse maravilhosa dentro do nosso conceito de vida boa, seríamos acomodados a uma situação de ser e estar que não nos levaria adiante.

Da mesma forma que mudamos de casa e de situação, namoro, emprego, idéias, etc. de acordo com algumas variáveis, nós também mudamos de mundo de acordo com nosso adiantamento e merecimento, mas principalmente nossa necessidade. Existem seres que aqui estiveram em uma grande escalada evolutiva, enquanto a maioria de nós, humanos da Terra, viemos de outros mundos.

Lembremos novamente que o critério de intercâmbio planetário obedece a planos maiores e que extrapolam os motivos que supomos. Alguns vieram de planetas mais evoluídos, outros de planetas menos evoluídos, mas todos com um motivo. De qualquer forma, a certeza é a de que não existe o acaso.

A Terra, então, é um abrigo de muitos seres. Um planeta destinado à fraternidade… O planeta azul. Não é surpresa deduzir que um dos motivos do planeta estar tão abalado é o fato de que em busca de liberdade e igualdade, deixou-se de lado a fraternidade – a qual seria capaz de agregar o resto pelo respeito, uma vez que deve ser filha do amor em essência e o amor é o maior remédio.

As visitas nos céus

Assim como espíritos mais e menos elevados podem contatar sensitivos para se comunicar, ou simplesmente se fazer presentes por algum motivo, também nossos irmãos das estrelas o podem.

A contato com seres de outras esferas são freqüentes nos relatos das culturas dos povos antigos, em seus mitos, lendas, histórias. Muitos foram considerados como deuses e demônios, visto que não os compreendiam… Eram seres deste e de outros mundos.

Assim como pode um espírito se materializar, também podem os seres de outros mundos se fazerem visíveis ou invisíveis a nós. Conhecendo e utilizando as leis da física, o fazem através de sua tecnologia, bem como se lançam a imensas viagens no espaço. Isso também não é surpreendente, podendo-se comparar aos veículos disponíveis no nosso próprio plano espiritual da Terra e descritos em livros de espíritos como Luiz Sérgio e Patrícia.

Agora, a pergunta que pode ficar no ar é: Por que agora?

Sabe-se que se têm registrado as visitas de discos com uma maior incidência desde o século XX. Acompanham relatos de pessoas que dizem ter sido abduzidas, e vítimas de experiências… Grande parte do mundo vê isso com descrédito.

Existem, porém, seres de evolução inferior e que detém grande tecnologia. O desenvolvimento tecnológico não é sinônimo de elevação ou bondade – tem-se por exemplo a realidade do nosso próprio planeta atualmente. Alguns destes seres vêm de mundos que têm interesses nestas experiências e no monitoramento de nossa evolução, como objeto de estudo.

Não se pode afirmar com certeza se os seres que existem em relatos, com características humanóides, são de fato eles mesmos ou apenas “fantoches” que utilizam – tal qual utilizamos sondas em Marte. Fato é que a violência contra qualquer ser, e em qualquer parte do universo, gera uma dívida, uma transgressão à harmonia e que deve ser corrigida, ainda que permitida.

Alguns setores de alguns governos da Terra não apenas conhecem evidências de outras culturas extra-Terra, como têm certo contato. Um estudo mais aprofundado sobre relatos de abdução em nível físico os guiará para os lugares onde isto ocorre em maior número… Uma intervenção em outro planeta obedece às leis deste planeta-objeto. Em nosso caso, elas acontecem por algum motivo que os permite fazer isto. Isto não é um objeto de estudo deste blog, por enquanto e nem neste post.

Temos toda uma proteção espiritual na Terra, liderada pelo Cristo planetário. Estas coisas só encontram brecha para acontecer se forem atraídas… E se puderem se infiltrar pelo livre-arbítrio dos habitantes daqui.

Seres bondosos e que existem fora da Terra também existem e também se manifestam, mas nunca com objetivo de causar sofrimento ou subjugar os humanos a uma vida mística. Quando fazem contato, em geral o fazem por meio de projeções espirituais, se há um bom motivo para isso.

Existem falsos profetas em meios “ufológicos” que se fazem passar por ilustres desconhecidos… E vampirizam sensitivos, alienando-os à realidade que pertencem.

Os bons irmãos das estrelas também têm por objetivo a fraternidade, bem como outros motivos, geralmente obedecendo aos grandes e luminosos líderes do espaço.

O momento-chave

Estas coisas têm acontecido de forma diferente dada a natureza de nosso tempo atual, e também devido ao processo de evolução da Terra.

Conforme vai avançando, e obedecendo a um ciclo, o planeta experimenta algumas peculiaridades. Já vivemos épocas bem diferentes da atual… Porém temos hoje seres humanos espalhados por toda a Terra, unidos por meios de comunicação, e em número bastante elevado.

Alguns seres vieram para esta Era com objetivo de auxiliar nos momentos finais de uma humanidade decadente. Uma vez que há um ciclo, e que ainda é desconhecido pela ciência em geral, há um certo tempo. Estamos cumprindo coletivamente um tempo, e em nossa fase, houveram seres que não se melhoraram, e que mesmo desencarnados, continuaram a praticar suas maldades.

O despejo de formas-pensamentos negativas se tornou intenso. Deixando de lado a teoria do ciclo e se agregando a coisas como a Hipótese Gaia e Teoria do Caos, que são mais divulgadas em causas ambientalistas, pode-se inferir que se o planeta é um organismo vivo, ele pode reagir a nossos atos, e esses atos podem influenciar variáveis que não temos condições de conhecer totalitariamente.

Há um limite para a degradação. Mas a poluição faz parte de um extenso conjunto, onde se encontra toda carga do sofrimento e das maldades que aqui foram cometidas… O planeta naturalmente vai reagir e já o está fazendo, assim como nosso corpo o faz em busca de sua saúde física e energética.

Muitos seres de fora vieram encarnar no nosso planeta por ocasião destes acontecimentos. Eles têm em sua natureza condições de auxiliar nos momentos de dificuldade, ou para romper com as velhas formas de pensar e agir… São os de vibração Índigo. É uma qualidade de sua vibração… Visto que outras auras permanecem iludidas e adormecidas para a realidade espiritual.

Porém vir de outro mundo também não significa infalível. É por isso que diversos Índigo se perderam, e outros naturais daqui mesmo, permanecem como que absorvidos na bem-talhada rotina diária – que os faz não imaginar o que se passa ao seu redor e invisível aos olhos.

As crianças índigo e adultos estão aí, mas não são os responsáveis pelas mudanças. Eles são uma faceta deste que necessita ser um grande corpo de mudança, composto por todas as cores. Existe muitos encarnados que descobrem sua origem espacial, e por isso acabam envaidecidos, e também absortos em falsas mensagens, que os tiram da realidade.

Lembramos que o caminho do meio, estar e seguir nele é o maior desafio dos viventes da Terra.

Por isso dissemos no post anterior… Criem-se todas as crianças, de todas as cores, com amor e carinho, guiando-as pelo Bem. Estajam todos os adultos, de todas as cores, dispostos ao amor e ao carinho agora mesmo. É uma ilusão acreditar que estamos preparando as crianças índigo para o trabalho que nós temos que fazer.

Essa informação falsa que faz muitos depositarem o amanhã sobre estas crianças tem duas situações proveitosas a quem a enviou: A primeira é a de que percamos nosso tempo – ou seja, não percebemos que o que está acontecendo já o está, e está em nossas mãos. A segunda é a de que elas são a salvação, e na verdade têm realmente seus dons (como todo ser humano), mas se não forem bem orientadas, como toda criança, terão chance de sufocar pelo peso que se faz presente… Além disso a salvação depende de sermos pessoas melhores, equilibradas, e capazes de vivenciar o lado físico e espiritual com medida.

Tornamos a repetir que a vaidade de seus pais, amigos, familiares, poderá por em risco sua potencialidade. A espiritualidade é gentil… E se elas têm um dom, e se elas no fundo sabem que fazem diferença, na hora certa saberão o que fazer independente de tudo, assim como acontecerá com adultos, idosos, pessoas em geral.

O momento-chave está em que na história da Terra, não há precedentes para o que a vida no nosso planeta se tornou. E tudo que se passa está conectado ao como as coisas aconteceram e estão acontecendo, na história desta civilização atual.

O lado oculto

O que não se tem falado é sobre os outros seres que estão encarnando, e que falaremos no próximo post. Assim também, sobre a teoria do Ponto Zero, e o que estamos vivenciando. Até lá que Deus possa sempre inspirar nossos corações! Que Assim Seja!

E você, o que está pensando?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s